Os patetas alegres

 

H oje é o dia dos jornais do poder fazerem a festa à boa maneira de alguns países latinos e árabes com tiros para o ar, é o momento da vingança, são neles que se cometem erros catastróficos para o futuro. Quando se presta vassalagem às necessidades do poder, usando uma conquista para enxovalhar os outros, a alegria será efémera. Não é premonição, há exemplos, a Madeira nunca lidera vem a reboque e por último, apesar de ter aquela "tecnologia de ponta" na produção de douradas.

A Raynair é, nem mais nem menos, do que a versão dos Governos Regionais da Madeira na aviação que teimam em ser deselegantes, provocadores e malcriados. Na aviação chamam-nos "Os talibãs". Juntou-se a fome com a vontade de comer. É nesta alegria dos que só vêem o superficial que reside o sucesso das massas, o governo impopular, jornais subservientes e a companhia que se aproveita. O povo só vê o preço, é como os empregos no Savoy. Viajar a preço de um jantar bem regado para alguns ou um cesto de compras para outros é algo muito bom. Concordo! Com uma base no Funchal, concordo! Com novos destinos, concordo! O problema é o travo que deixam quando o voo não tem proteção (e vimos na TAP), o travo das tripulações tratadas abaixo de cão e as outras companhias que começam a desaparecer do nosso aeroporto. Manter e somar era bom, mas o que ninguém disse na orgia de hoje é que outras vão recuar nos investimentos (exclusivamente seu), é que a Ryanair não voa sem ser subsidiada. Se não pagam na tarifa, pagam no subsídio.

A Ryanair é uma empresa ponto a ponto. A TAP funciona numa rede, com ligações, regular... Não se deve permitir que os abusadores da Ryanair usurpem a posição da Madeira para fazer a sua propaganda, atacar com o mesmo odiozinho que se vê por cá. Quando o nosso governo falha, arranja culpados, e muitos tapadinhos vão na cantiga. O aumento das tarifas da TAP foi promovido por incompetentes regionais com o subsídio social de mobilidade (link). Os jornais locais fizeram um bom serviço ao GR e a Ryanair mas não a Madeira. As outras companhias viram, as que trabalham com outros madeirenses há muito tempo e também trazem milhões.

Apesar do ódio alimentado contra a TAP, ela é necessária a Madeira e não virá outra fazer o serviço que faz. Seria importante perceber se a TAP está a paulatinamente a se despedir da Madeira, porque a aposta pode vir nos picos mas na regularidade não.

Este governo regional vive de expedientes, de meia bola e força consoante a sua necessidade política em eleições ou impopularidade e, infelizmente, muita gente que não percebe da dinâmica das coisas e emprenha pelos ouvidos, ajuda na festa.

A moderação, o bom senso, o respeito, a diplomacia é inexistente na Madeira. Os expedientes têm fim! Que o "funeral" seja tão efusivo em vez de se esconderem. Nas más alturas encontram-se os amigos...

Enviado por Denúncia Anónima
Terça-feira, 23 de Novembro de 2021
Todos os elementos enviados pelo autor.

Adere à nossa Página do Facebook (onde cai as publicações do site)
Adere ao nosso grupo do Facebook: Ocorrências CM
Segue o site do Correio da Madeira