Calado promove almoço "secreto" na Parreira



Tudo a papel químico da campanha de Rubina.

R ealizou-se ontem (8-09-2021) um almoço no restaurante Parreira, promovido pela candidatura de Pedro Calado. Para o repasto foram convocadas as assistentes domiciliárias do concelho do Funchal e as respetivas chefes, que trataram de  "arrebanhar" o pessoal. Não houve divulgação do evento na imprensa, mas no Facebook foram publicadas várias fotografias. 

Em todos anos de eleições, cerca de 400 assistentes domiciliárias são convidadas para um almoço, onde o candidato aparece e distribui cumprimentos, mesmo com um ar soberbo, como fez o Calado. Há quem não queira ir, mas as previsíveis represálias aconselham a participar no almoço partidário. 

O PSD ainda julga que compra votos com estes almoços. Mas o pessoal é inteligente. Come a espetadinha e vota em quem quiser. O PSD também julga que estas assistentes, que frequentam casas de idosos, para lhes prestarem cuidados e higiene, serão mensageiras do voto na lista de Calado. Elas vão prestar ajuda, mas sobre política ficam caladas, como lhes é recomendado durante todo o ano sobre conversas que podem originar discussões.

E caladas, quanto a votos, vão comendo o almocinho, promovido pelo Calado e pago sabe-se lá por quem. Houve quem dissesse que era pago pela Secretaria da Maria Augusta, mas não consegui confirmar.

Mas o mal disto não é a manha do PSD, em servir-se dos elos mais fracos. O mal maior, porque insensato, é juntar numerosas pessoas numa sala pouco ventilada, sabendo que hoje e nos dias seguintes essas assistentes vão entrar nas casas de muitos acamados e doentes, podendo, eventualmente, serem portadoras do COVID 19.

Não há almoços grátis e na política não deveria valer tudo, inclusive "obrigar" o pessoal a almoçar com o candidato do PSD, que se está marimbando para a saúde dos funchalenses doentes e sem mobilidade.

Enviado por Denúncia Anónima
Quinta-feira, 9 de Setembro de 2021
Todos os elementos enviados pelo autor.

Adere à nossa Página do Facebook (onde cai as publicações do site)
Adere ao nosso grupo do Facebook: Ocorrências CM
Segue o site do Correio da Madeira