Se tem pavor de zaragatoa, embarque num cargueiro do Sousa.

 

Publicidade a 11 de Janeiro de 2019

N a altura quente em que se discutia a linha ferry da Madeira para o continente, meses nas vésperas do embate eleitoral, o sabotador Luís Miguel Sousa saiu-se com uma memorável secundado pelo memorável Duarte Rodrigues, "construidor de narrativas", indicavam que já havia uma linha regular marítima de passageiros através dos seus cargueiros. Por toda gente decente passou a ideia de mandar os espertalhões para um lugar de "relva preta". A proposta era ridícula para o que se pretendia para a economia da Madeira, era trocar o porco por um chouriço, o ferry por poucos lugares num cargueiro que nunca substituiria os serviços de um ferry.

Quando se veio a saber em concreto, a proposta de transporte marítimo de passageiros, a abanar muito mais do que um ferry, da Madeira para Leixões ou Lisboa e Vice-versa tinha um valor de 140€ por trajecto. O navio mais "nobre" da frota era o ''Funchalense 5'' e os 140€ eram pedidos por camarote, refeições e abanos. O turismo e os eventos ficaram maravilhados com a oferta, 4 Camarotes para até 8 passageiros. Já nem chouriço era, mais uma salchicha de soja e eles ficavam com o porco e o chouriço.

Entretanto, conseguiram os seus intentos, arruinaram a solução ferry e dizem que a culpa é do Costa mas, a oferta prossegue e eu, num dia destes, dou comigo a ver desembarques. Podem vir de cargueiro mas o desembarque é VIP. Porque é que os passageiros que viajam nas cabines dos cargueiros do Sousa saltam directamente do navio para automóveis particulares, sem serem incomodados por testes de Covid-19 ou outro tipo de vigilância nas bagagem? Então fizeram tantas esperas exibicionistas ao Armas e este tipo de viagens gozam de excepção? O que não entra e sai por ali ...

Que grupo isento, tudo se compra, tudo se subsidia ...
Muito nos gozaram e o careca ... aliado.

PUB: dê LIKE na nossa página do Facebook (link)
Enviado por Denúncia Anónima
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020 22:52
Todos os elementos enviados pelo autor.