A censura na Internet é possível, dois exemplos.



Bom dia a todos,

Q uero dar parabéns ao CM pelo trabalho desenvolvido em prol da liberdade de expressão e para pôr fim ao crime da opinião. Os comentários que vão saindo dia-a-dia põem os miolos de muitos a funcionar, mesmo os que têm duas palas. Ignorem os detractores, estamos há 43 anos a ser roubados anonimamente e vem aí mais uma fortuna para roubar. Está tudo controlado e se não são as redes sociais e o CM, a critica é nenhuma ou ... a possível, uma no cravo, outra na ferradura que permita ir sobrevivendo.

O que me traz por cá, de fonte fidedigna, é uma explicação para o que se passa em certos grupos de Ocorrências no Facebook. É verdade que alguns são complacentes com o PSD para calar criticas e estes só são bem sucedidos porque os administradores são cúmplices mas, o que de facto se passa, é que o PSD Madeira usa os seus perfis falsos para um ataque cerrado a todos aqueles que ousem fazer critica ao Governo, ao partido e a figuras destes ou ainda aos que partilhem. Existem listas de perfis para silenciar num trabalho profissional, paga para isto. Estão metodicamente sempre a acusar até fazer o Administrador de Grupo ou o Facebook silenciar ou eliminar o perfil em causa. Conselho: passem a divulgar e a partilhar pelo Messenger, o chat do Facebook.

Mas se de PSD estamos falados, a oposição quando se vê com poder não é melhor, na CMF chega-se ao caricato desta ter internet gratuita na cidade mas dentro da Autarquia os funcionários têm que usar a sua porque não há nada para ninguém, a menos que se assomem a uma janela para tentar apanhar a da rua ou claro, paguem pacotes de dados às operadoras móveis. É evidente que tudo isto começa com um senhor chamado Sena, que foi entretanto para a Segurança Social, ao abusar da rede para fins políticos dentro a câmara. Assim, sem internet dentro de portas, afinal ele foi para tacho melhor e deixou de presente a todos os ex colegas a proibição da internet. Estupidamente, a cúpula, com a chave da retrete, decide aplicar o castigo que era para o tal Sena a todos os funcionários. Perfeita parvoíce que nem os vereadores estão de acordo.

É evidente que tudo isto passa pela formação das pessoas, os modelos repressivos funcionam onde as pessoas estão mal formadas, habituadas a ver e a imitar gente que não acata a lei (nem a Constituição), não respeita os outros e é vencedor na trafulhice permanente. O povo para se salvar e não ser o alvo do pagode faz o mesmo. O exemplo tem que vir de cima e não o temos.

A realidade é que temos uma política medíocre. de gente sem ideias e mal formada, que cada vez tra mais iguais a eles, que não esgrime com argumentos mas passa a vida a silenciar os outros. A censura e a ditadura existe na Madeira. Por isso o elogio ao CM de que sou fã.

Enviado por Denúncia Anónima
Domingo, 19 de Julho de 2020 10:47
Todos os elementos enviados pelo autor.