A extrema-unção centrista ou a unção dos enfermos


Não querendo me identificar, direi apenas que sou um centrista afastado desde que o meu partido começou a trilhar caminhos pouco dignos, num tempo de advogados trafulhas, secretários gerais condenados mas protegidos e que coincidiu com o abandono gradual de elementos claramente identificados pela ideologia democrata-cristã porque o partido havia sido tomado por interesseiros.

Na altura vaticinava-se o declínio do partido, o que se veio a registar. De fora, fui vendo o CDS a meter gente sem qualidade, pontas de lança de interesses duvidosos do sistema regional, a aposta em vedetas instantâneas e de notoriedade duvidosa e ainda alguns "mineiros" que jogam para todo lado. Havia pouca gente, saíram alguns e entraram cão e gato.

Tudo isto é actual e acrescento que o líder do CDS é uma pessoa oca que quando for posto à prova, sem "auxiliares", falhará. Há muita ambição no CDS, diria que desmedida e que continua a ser pessoal e não em prol dos interesses do CDS.

O destino prega partidas e se no passado havia gente preparada para governar no CDS a oportunidade só se deu agora. E nada mais do que surgir o resultado que dá para pular para o Governo vimos, em directo, um bando de interesseiros a pular de alegria porque iam para o poder quando o resultado do CDS deveria resultar em demissões.

2011: 25.974 votos; 17,63%; 9 mandatos
2015: 17.489 votos; 13,71%; 7 mandatos
2019:   8.246 votos;   5,76%; 3 mandatos

O CDS está igual ao PSD, sempre a descer e com piores políticos. Quando vejo a capa do JM, desculpem o termo, vejo dois idiotas que não organizam uma casa ou um partido mas vão governar a Madeira e isto é preocupante.

Durante o dia de ontem, segunda-feira, li que o CDS queria a Vice-Presidência com as obras e eu só pensei ... fome e gamanço. O Pedro Calado pode ser um "habilidoso" que qualquer eleitor ou contribuinte não gosta mas, sabe minimamente como é que as coisas funcionam. Pensar que Rui Barreto pode ter uma Vice-Presidência com os poderes de Calado, arrepia-me. Não é plausível que o desespero do PSD cometa esse erro, é a minha esperança. Por outro lado, se a RAM está tão mal de finanças e sob suspeita sobre em que condições é que adjudica e paga as obras porquê dar um passo maior do que a perna e ainda apanhar com as culpas do PSD? Porque não Saúde onde o CDS pode brilhar de caras e conquistar mais eleitorado de pessoas agradecidas pelo contributo? Porquê dinheiro e obras? ... deve ter tudo a ver com os saltinhos de alegria na noite eleitoral onde os políticos que arruinaram o CDS viam futuro para si.

Deixem -se de fitas, desde sempre estavam combinados com o PSD e isto torna o CDS aos olhos do eleitorado como comprovadamente mentiroso quando já todos desconfiavam e por isso tiveram o resultado que tiveram. Nas próximas eleições, esta opção do CDS pelo PSD vai sair caríssima. O eleitorado está a ver. O eleitorado é matreiro, como se viu desta vez quando concentrou votos para Cafôfo ter a oportunidade de Governar. A larga maioria dos madeirenses querem mudança e o CDS opta pela continuidade dos 43 anos que andou a atacar. Vergonha!

Daqui para uns dias, o CDS vai se converter aos posicionamentos idiotas do PSD por estar em Governo com ele. Lisboa terá culpas, só encontrará ressabiados, morderá a língua de tudo o que disse no passado para ter uma nova narrativa de que não é bem assim.

O CDS com o PSD não brilha, com o PS só poderia sair a ganhar mas tem líderes estúpidos que vão desgraçar de vez o CDS.

Nestas eleições votei num partido pequeno. Ontem à noite tornei-me socialista à espera de uma nova oportunidade para votar.

Nota: não há por aí uns social-democratas genuínos para se juntarem a centristas genuínos para darmos outra direita aos votos?

Duas páginas, amplie:


Enviado por Denúncia Anónima 
Terça-feira, 24 de Setembro de 2019 01:47
Texto, título e recorte enviados pelo autor. PDF adicionado pelo CM.
Share on Google Plus