Quando sair o ilusionista as finanças estarão num caos ingovernável


Enviado por Denúncia Anónima 
Quinta-feira, 15 de Agosto de 2019 09:12
Todos os elementos enviados pelo autor.

O Governo Regional de Pedro Calado anda a falsear a verdadeira condição financeira da Madeira, tal como fez na Câmara Municipal do Funchal. É um artista do ilusionismo. Numa altura em que vemos milhões a jorrar a cada hora e não sabemos de onde vem, a situação colide com a realidade.

Durante meses a Região quis renegociar a dívida quando nem tinha dinheiro para honrar os compromissos do serviço dessa dívida e tinha que pedir empréstimo para pagar juros. Pedro Calado bateu à porta de todos os bancos que lhe disseram que não numa altura que deixou de haver instituições bancárias corruptíveis porque estão a ser vigiadas. Não há BES, não há BANIF e não há mandaretes do PSD Madeira na gestão de bancos.

Pedro Calado, aflito para alimentar o seu loby das obras e da campanha eleitoral, decidiu então falsear os números, a chamada engenharia financeira, e socorreu-se da Orey que esta semana viu o Banco de Portugal revogar a sua licença na parte "Financial", entretanto esta também manobra à moda "Calado", quando se habituam a viver com o dinheiro dos outros ninguém arrisca o seu.

Mas, voltando, Calado prosseguiu e agora temos um documento que mostra e prova que como pagando se pode obter rattings. Que mundo fictício é este em que vivemos? Tudo é manobrado? Querem ver que Fake são os verdadeiros?

Quero dar os parabéns ao Correio da Madeira mas, se me permitem, também ao Juntos Pelo Porto Santo, ao Observatório da Crise origem desta descoberta e até mesmo ao Fénix do Atlântico onde se comenta de forma livre na maior parte dos casos o que verdadeiramente interessa. Peço esta publicação do Observatório da Crise de onde retirei o documento, são os meus créditos a quem de direito:



Vamos pôr fim aos alarves da nossa terra, políticos, governantes, empresários do regime e do sistema e de todos eles combinados mais as instituições controladas para caixa de ressonância. Se não acordarmos vamos morrer vergados a pagar dívidas feitos por estes cabrões para enriquecem.

Algum dia a Região vai retomar os pagamentos dos vencimentos da Função Pública a cargo do Governo da República depois do resgate da Madeira? Algum dia isso será possível quando só se preocupam com dinheiro para obras? Ai Lisboa é que não presta e paga e o Governo Regional é o porreiraço que promete a recuperação de vencimentos que poucos vêem? Vai dar bom vai e acredita quem quer!

Peço e agradeço a publicação.
Share on Google Plus