Cruzeiros de partir pedra


Boa tarde alminhas de churrasco, eu cada vez mais sinto orgulho nestes diabretes que o PuPudê arranja emprego neste cantinho de inferno plantado. E este fim de semana estou particularmente orgulhoso dessa minha grande amiga da APRAM que tanto faz para enterrar de vez o turismo de cruzeiros na Madeira.

Já não bastava a presença deles na Madeira ser tão rara como uma ribeira com a pedra ainda por roubar, como os que ainda que aparecem são massacrados de formas que nem me lembrava a mim.

Então ontem, dia de especial onde finalmente aparece um navio de cruzeiro para tirar as teias de aranha dos pontões, a APRAM achou uma excelente ideia meter uma retroescavadora o dia inteiro junto ao navio a partir pedra. Benza-te diabo quanto orgulho eu sinto por vocês. 

Desde que atracou até que zarpou, os ingleses levaram com martelada nos cornos que até parecia o verão do Porto Santo. Se estes não queriam o brexit, passaram a querer!

Até tiveram a coragem de meter a foto na página da APRAM tanto foi o orgulho do trabalho.
Diabólico! Vou tomar um cocktail de enxofre à vossa saúde!


Share on Google Plus