Os ladrões da Madeira Nova


Enviado por Denúncia Anónima
Domingo, 21 de Julho de 2019 10:23
Texto e título do autor. Vídeo do DN sugerido pelo autor do texto. Imagens CM.

Bom dia amigos do CM, hoje o diário teve a coragem de colocar na primeira página um negócio de milhões em que do nada se factura e enriquece alguns: os inertes.

Os inertes são roubados de várias formas e depois vendidos como todo tipo de brita ou no betão, significa que uma boa parte do material é gratuito e nada reverte para o Governo Regional que paga o seu material roubado (o de todos nós). Se a isto somarmos a maneira como o Porto do Caniçal é explorado sem a Região fazer receita e hotéis como Savoy que não respeitam a volumetria, vizinhança e património, podemos ver que por todo tipo de actividade os ladrões do PSD Madeira estão implantados. Roubam os madeirenses. Ver Albuquerque como garante dos interesses da Madeira só me faz lembrar o urso que pega no coelho para limpeza da sua actividade fisiológica.

Voltando aos inertes, aquela foz comum das Ribeiras de João Gomes e Santa Luzia, a de São João e tantas outras pela ilha fora foram desenhadas para serem decantadores de inertes limpos com a natureza a passar a água para levarem um material de primeira a custo zero.


Pegando neste roubo e lembrando dos tachos para boys & girls, concursos à medida com margens para o PSD fazer campanha eleitoral, para enriquecer com margens as suas elites políticas que governam, o sobrecusto de obras, as compensações financeiras, as coimas por incumprimento do Governo, os subsídios a actividades privadas que nasceram por capricho da Madeira Nova sem viabilidade, os elefantes brancos e as obras que falharam ... meu Deus quanto se esbanja, tínhamos mesmo que ser cada vez mais pobres com esta gente. Registe por favor. Nada é por acaso!

Para finalizar, uma palavra de desprezo a esses Renovadinhos com perfis falsos que tentam convencer o povo do brilhantismo e virtudes do seu líder e do seu Governo. Com duas palas e a zelar pelo ordenado, conseguem fazer elogios das coisas mais imbecis e atacar factos. Roubar inertes é para eles uma jogada do Diário de Notícias para beneficiar o Cafôfo. Porra, há quantos anos roubam e são sempre santos? Há muito tempo que as redes sociais, blogues, e sites do tipo CM deveriam ter existido para ver se há alguma vergonha nestes ladrões.

É natural que o vassalo Amílcar mande bocas para acabar de revestir o património edificado histórico, deve ser a sua vez a exemplo do sem-malícia. Tudo o que mete betão é selvagem nesta terra.


Share on Google Plus