A Orgia



Esta semana, a Função Pública respira de alívio. 

A maioria dos Laranjinhas ainda não apareceu no emprego. Segundo consta, uns meteram férias, outros baixa médica psiquiátrica, e ainda outros, pura e simplesmente não informaram os serviços onde trabalham da sua ausência, porque quem pode, manda!

Na verdade, a maioria dos Laranjinhas está a preparar-se para a XVII Orgia do PSD-Madeira do próximo Fim-de-semana. As meninas já marcaram o cabeleireiro, as unhas de gel, e o Body Tanning, para ficarem morenas e insinuarem às amigas que estiveram uma semana nas Maldivas com o Deus Érebo. As menos afortunadas já marcaram a depilação definitiva do buço e do púbis porque, não vá o diabo tece-las, e terem de impressionar o Deus Apolo.

Quanto aos meninos, sabe-se que os metrossexuais, os tecnosexuais, e os ubersexuais, além da depilação integral e do óleo Johnson espalhado pelo corpo másculo, já treinam o tamanho do sorriso para impressionar os convivas. Porque todos sabemos que numa orgia, o que conta é o tamanho.

O participante de Camara de Lobos já confessou ser Sapiosexual e recusou-se depilar por ser um homem fiel aos seus princípios de social-democrata. Pelo outro lado, o festeiro da Ponta de Sol já afirmou que era candidato ao melhor da orgia  se a ereção durar o tempo todo, e que só espera não ser violado por engano por Zeus.

Mas nem tudo corre sobre rodas, o representante do Porto Santo, em protesto por não ter navio, não estará presente, mas enviará um vibrador por avião. E Afrodite, leal às suas convicções, já disse que não irá fazer sexo com nenhum candidato por estar com o período.

Soube-se que o jovem Hermes quer surpreender toda a gente porque já está há um mês a escrever o seu discurso, e segundo consta, nos 400 caracteres escritos só tem três erros gramaticais e seis ortográficos, o que já é muito bom, e já garantiu que, se tiver tempo, conta dar uma na posição missionário.

O Deus traficante Morfeu distribuirá preservativos e Viagra aos convivas de modo a não deixar a orgia esmorecer.

E no fim, no apogeu da orgia, o Deus Baco, parcamente vestido com uma tanga, entrará no recinto pendurado numa corda, gritando “Me Tarzan, You Jane”, levando os presentes a um gigantesco e inolvidável orgasmo.

"A loucura é rara em indivíduos, mas em grupos, partidos e nações, é a regra"

Friedrich Nietzsche


Share on Google Plus