Mamas de Silicone


A mais famosa burlona madeirense Graça Luísa está desde o passado dia 9 de setembro no Rio de Janeiro - Brasil, hospedada no Hotel Rio Othon Palace, um dos mais caros Hotéis de Copacabana, cuja diária ultrapassa as centenas de euros. 

Segundo consta, a dita senhora foi de férias submeter-se a uma extensa cirurgia plástica numa das clínicas mais caras do Brasil. 

Para quem não conhece a rifa, Graça Luísa é filha de uma antiga e ilustre deputada do PSD-Madeira, e do seu curto Curriculum Vitae consta a passagem célere pela função pública, como Assistente Administrativa Principal do Centro Regional de Saúde onde começou por vender aspiradores aos colegas até o dia em que tropeçou por acaso no grande negócio da Telexfree. 

A Telexfree, só na Madeira, causou um prejuízo de mais de 46 milhões de euros, e consequentemente a ruína de muitas famílias e, segundo consta, foi o nexo causal de muitos suicídios. 

Conta quem sabe, que na lista das vítimas da Telexfree, além do povo anónimo, estão políticos de diversos quadrantes, uma Fundação, uma Construtora famosa e, pasme-se, uma Paróquia. Segundo a fonte a que tivemos acesso, estes são alguns dos motivos, porque ela continua impune na continuação de crimes similares. 

Depois do colapso da Telexfree em 2014 que, segundo as contas mais sumíticas, a tornou mais rica em mais de 8.6 milhões de euros, a referida senhora continuou a promover e a fomentar negócios ilegais sempre com o mesmo Modus Operandi

Na sua ostentação, que diga-se ridícula, de riqueza, conta-se a aquisição de um Ferrari, pago com 75000 euros dentro de uma caixa de sapatos, e o aluguer de jatos particulares para viajar, também pagos em dinheiro vivo, e sempre longe da alçada da Autoridade Tributária. Para o caricato fica também a história de ter pago a cirurgia dos implantes dentários a uma clínica da Ribeira Brava com contas da Telexfree, pregando o calote no teto da clínica. 

Entretanto nesta terra à beira mar plantada, mal na fotografia, fica o Ministério Publico, que segundo consta, continua a investigar algumas denúncias e a arquivar outras tantas, enquanto o tempo corre a favor da prescrição dos eventuais crimes. 

Por explicar fica também a passividade da Autoridade Tributária e da ASAE que são lestos a enviar notificações de IVA, IRS, e IRC, e a investigar contribuintes honestos, mas que perante fortes indícios de enriquecimento ilícito, burla, lavagem de dinheiro e associação criminosa assobiam para o lado. 

Esperemos que quando entrar em Portugal, no seu regresso do Brasil, a Autoridade Tributária e Aduaneira tribute pelo menos o IVA das novas mamas de silicone da Graça Luísa, que, como foram adquiridas fora da Comunidade Europeia, deverão ser sujeitas a imposto. 

Vamos esperar para ver.
"Eu acho que o crime compensa. Passam-se uns bons tempos, conheces uma grande quantidade de gente interessante, viajas muito"
Woody Allen 
Share on Google Plus