Halloween


A burocracia medonha que mandaram para cima dos madeirenses, para receber o subsídio social de mobilidade, serve afinal para facilitar a fraude a outros. Quantas vezes veio para trás sendo o próprio passageiro? Mas outros que nem voam levam a melhor fatia. Para quando o funeral deste malfadado subsídio de mobilidade? A fio de navalha para quem viaja e completamente fora de controlo para quem revende e para as companhias de aviação.

É interessante como a economia pujante dá cada vez mais apoios às associações em prol dos pobres. Está tudo certo, deve ser fake-new.

Quanto mais se berra e se chama nomes menos resultados a Madeira obtém a nível político, do estado, dos transportes, etc. Os decibéis e o palavreado é para ocupar o espaço em falta no "cumprimos". Todos são culpados, menos a Renovação.

Pedro calado deitou a cabeça de fora com o ratting da Madeira "ofertado" pela Moddy's mas é preciso lembrar que as contas são feitas com base em documentos validados e não com facturas escondidas e outros acordos que fizeram a dívida da era Jardim e uma nova que vai explicar todos estes milhões que são anunciados todos os dias, enquanto para pagar o Subsídio de Natal dos funcionários públicos foi preciso contrair um empréstimo. Depois de 2019 vamos ver uma nova dívida escondida ... da Moddy's e da república.

Pelos lados do PSD-Madeira parece que está tudo apostos para um novo assalto ao poder mas há um problema, era bom que o Albquerque saísse pelos seus pés para parecer bonito. Andamos aqui todos tapados! Entretanto, depois de ter estragado a vida aos madeirenses com o seu mandato de Saúde péssima, viagens caríssimos, portos sem solução, ferry fostes, etc, Albuquerque anda a fazer finca pé e já muitos metem mãos à cabeça de como vão embrulhar este candidato para ser eleito.

O novo passatempo no hospital do Funchal é gozar com a quantidade torrencial de medicamentos que têm para os tratamentos, tantos que arriscam-se a perder a validade. Ao que parece, agora até se aplica à caixa em vez da dose, à caixa vazia para mostrar aos superiores que politicamente assinam por baixo a verborreia do presidente.

Gostei de ver aquela cena de um obeso a dizer que o flagelo da obesidade está "controlado" e a falar com base num estudo de há 4 anos atrás mas que foi apresentado agora. É a estratégia do requentamento de notícias de que este governo é viciado para preencher a agenda. Nem os actore sabem escolher. Acho que o maior peso sentido pelo povo com estes cromos é na algibeira a sustentar esta gente.

Na ALR está tudo a pedir Outubro de 2019, já não se consegue dizer nada de útil a não ser palavras fortes vazias. Creio que uma parte, a bancada do PSD-M, anda com azia porque sabe que vão ser despachados e vingam-se na oposição. Cá se fazem cá se pagam.

Com tanto tacho distribuído, e ainda muitos mais a caminho, ninguém se lembrou de um cargo para abanar a cama do presidente a ver se acorda mais cedo para respeitar a pontualidade. Se calhar foi outra azia.

Agora podemos pesquisar todos os Diário de Notícias da sua história, eu imagino como, se calhar, 80 por cento dos anúncios dos nossos Governo Regionais foram palha. Porque não fazer uma comédia com isso?

Share on Google Plus