Um Cornetto era o que bastava para a vida sorrir

Foto do Funchal Notícias, a melhor reportagem fotográfica. (ponto) Vejam o resto clicando.





Impressão minha ou este chico-espertismo do PSD-M, que arruma tudo com Lisboa, foi chão que já deu uvas? O povo é sereno mas não ao sol vestido de urso. Aí está, a minha grande preocupação é com a participação de ursos na manif. Opá ou Olá, um urso para mim, um urso para ti, Cornetto de urso até te põe a vida a sorrir querido pulítico.

Aquilo nos 200 da despedida do ferry, outra meia dúzia, foi durinho. Depois aparece o espertalhão do PSD a virar o bico ao prego com "PSD desafia partidos da Geringonça a lutar pelo ferry todo o ano". Para piorar a situação surge o "guia de marcha" com "Rui Abreu quer financiamento do ferry no próximo Orçamento de Estado". Candidatam-se a serem copulados pelos lanzudos dos ursos e a vida volta a sorrir, o Cornetto é delicioso.

Foi Albuquerque nas Regionais de 2015, com certeza sabendo que se estava a candidatar a Presidente do Governo Regional ... para pagar dívidas com o Orçamento Regional, que prometeu o ferry todo o ano. Felizmente há vídeo desse Cornetto. Talvez por isso o medricas do Cafôfo é uma múmia e não sei como faço para lhe entregar um Cornetto, doce e leve, no sarcófago. Toc, toc, toc, tá lá?! Tem múmia em casa?

Com esta pureza toda já marchava um Cornetto!



Ainda a propósito de ferries, é impressão minha ou o Farinha, pronto, lá foi tudo parar a Quinta Vigia, o vaidoso dos meia-dúzia do ferry, anda-se a se labuzar com Cornettos do Calado e do Soisa? Ui,  poita, poita, poita para fundear a malta. Aquela porra ainda vai dar um Cornetto que sorri. É que, de repente, aparece um híbrido a dizer "Causa Ferry" que baralha tudo e aquela reportagem na TV oficial do Soisa era coisa aparte onde só lambuzaram o homem da poita para fundear. Enrola que eu gosto. O Soisa quer multiplicar 3 milhões por 4 trimestres, um Magnum framboesa e parece que já anda com colinhos. O Calado não desarma e mesmo com Perna de Pau quer levar os votos. Temos que aguardar por cenas dos próximos capítulos. Entretanto pratiquem natação, dizem que com um Calippo no traseiro chega-se a Portimão enquanto o Diabo vê o Callipo a derreter no "olho". Um Cornetto para ti, um Cornetto para mim, era o que bastava para a vida sorrir.

Não há como Élias para desterrar Cornettos e Governos, mais Cornettos de saldo, Epá, ela leva tudo, é tacho e cortejamento, entretanto no trabalhinho mesmo, esse que dá o dinheiro no fim do mês, parece que ... como de costume ... faz crescer a coisa de muitos. Maldosos! Só falo dos preços de imóveis para não aparecer ninguém nos leilões. Depois vem o Cornetto sem mais remédio e, para muita tristeza dela, segue para ajuste directo. Aparecem uns queridos que dão o que for da sua vontade, por sorte não é um Deus lhe pague. Tristezinhos, tristezinhos. Eu berrava a cantar ... eu queria morar numa favela, de 2 milhões por cento e tal mil euros. Senhor João abra o bilhar de bolso para agradecer o obséquio, traga o Cornetto de bandeja.

O Presidente da TAP vem aí a 2 de Outubro, agora quero ver os orangotangos que vociferaram contra o homem. Vão amolecer as goelas com um Cornetto? Os ursos do ferry pelo menos estão Calados e arriam de vuvuzela. Dizem as boas línguas que a Easy já tem plano de saída e a Região vai cair no colinho da TAP de novo, mesmo com liberalização. O Governo vai ensaiar mais uma daquelas de rabo entre as pernas nos ministérios em Lisboa mas com voz grossa no Funchal. Não esquecer que não servem Cornettos a bordo no Funchal - Lisboa, só brunch, também frio mas não amolece como o Cornetto. O Presidente da dita módica, sempre com acesso às passagens ainda mais módicas para viajar, já pensa em mais Cornettos. Vem cá, trocou as voltas, agora os orangotangos vão berrar para Lisboa? Outra boa sugestão é ir para as Selvagens com a Prada, que também pede módicas quantias. Ai rica coisinha para uma ilha deserta. Até as cagarras uivam! Um Cornetto para mim, um Cornetto para ti e a vida sorri.

Essa também, depois de darem cabo da ilha forrando com betão agora lembrou-se de um observatório tachista para ver a paisagem, falta um para ver se está a chover, e outro para ver se o Cornetto amoleceu. Eu cá comprava uma auto-caravana como sede para rodar pela ilha. Com uma arca frigorífica atrás a dizer Olá! Para comprar o povo como as Casas do Povo. Brincalhões, não estou a falar daquelas dos vereadores e presidentes, é mesmo das sedes do PSD.

Esqueci-me que sou o Diabo, e a porra do Cornetto derreteu-se todo, o lambuzado sou eu. Vem querida, passa-me a língua, isto de transportes e imóveis é um filme erótico.

É um Cornetto pro menino e pra menina, é Cornetto de fim de estação para rota de colisão, espeta-me com um Cornetto que eu chupo-o todo. Eu gosto, não me chame Lúcifer, senhor do mal e do pecado, mas também do Cornetto para ti. Acabaste molhadinho? Toda a política acaba assim.


Share on Google Plus