Os Desaparecidos em Combate


E mais um sucesso do PSD de Rui Abreu!

Estiveram na Festa do Chão da Lagoa para muito, mesmo muito, mais de vinte mil pessoas, tirando os animais de pequeno porte que passaram despercebidos à organização! Dizem, os más-línguas, que a Festa foi tão grande que no Concerto do João Pedro Pais no Porto Moniz estiveram apenas duas pessoas, o Cafôfo (sem o Miguel Iglésias), e o Emanuel.

Voltando à maior festa do PSD do País e quiçá da Europa, e para quem lá esteve verificou que, para além do povo anónimo, que preferiu tirar selfies com o velho jarreta (que foi sem dúvida  o cabeça de cartaz da Festa), não viu gente de renome. Onde estavam o Srs. Drs. e as senhoras Dras. do regime?

Diz quem sabe, que havia muita poeira no ar, e por isso não foi nada estranho que a maioria dos titulares dos cargos de nomeação política como os Assessores (incluindo os de imprensa), Diretores Regionais e outros cargos de Direção intermédia, não conseguiram estar presentes por razões estritamente do foro pessoal.

Então estas abéculas juram que são PSDs desde pequeninos quando são nomeados para os cargos muito bem remunerados mas quando é para dar o corpo às balas desaparecem?

Claro que muitos estão de férias (merecidas), outros foram visitar a querida sogra no domingo, outros estiveram de caganeira por causa das cerejas espanholas, e ainda outros foram ao funeral do seu periquito que morreu com um AVC. Tudo perfeitamente justificado e certificado com um Atestado Médico.

Agora a sério. Rui Abreu vai ter de fazer qualquer coisa para mudar o figurino da festa, essa coisa de arraial, música pimba, vinho seco e espetada já deu o que tinha a dar, e muita gente dos Renovadinhos sente-se deslocada naquele ambiente de gente da ralé a cheirar a suor de três dias.

Agora a festa do PSD vai ter de ser repensada, e possivelmente deverá ser no Clube Naval (se o António Fontes deixar) ou no Clube Turismo, onde garantidamente cabem mais de 250 pessoas, porque a festas rascas e bregas muita gente decente não vai.

E isto tudo para concluir que o Miguel criou uma elite de gente queque no PSD, e agora vai ter de se aguentar com os desaparecidos em combate.


"Todos somos oportunistas. Só depende da oportunidade"
Rodrigo Leite


Share on Google Plus