O Verão quente do Lúcifer

Bom dia alminhas, então pá, a cidade está a pegar lume? Calma que está controlado. É só pugilato verbal e princípios de interesse nos lugares mais errados. Que vida regalada faz um diabo na Madeira mas vamos rir um nadinha com o fotografo promotor da imagem do Presidente de Prateleira, que coisa mais inútil que arranjaram. Dizem que o Verão só se nota pelo Quente e Húmido do Correio da Madeira, vamos aos UVs.

Pela cabeça dessa Fesliberta fotográfica anda a ideia de captar um Presidente natural, popular, activo, duhhhhh. No PSD e arredores todos sabem que é um monarca de sangue azul que está a ficar mais ditador do que Alberto João. É um sacrifício este próximo ano mas tem de que ser, o diacho do carcanhol é gostoso e meteu-se numa alhada mortal. Foram 3 anos de Governação à campeão onde nunca ouviu as palavras sábias ao dispôr e assessorado por perfeitos idiotas.

Paquistaneses a caminho do templo? Dementes a caminho do internamento? Citando um lambe botas laranja "uma imagem vale por mil palavras".
Mas tem mais, um mandato miserável que fez mais obra material inútil mas não imaterial pelo pelo povo na saúde, nos rendimentos, etc, só encheu o pandulho ao grupo e agora tanto Presidência e Vice-Presidência metem-se pelas lutas dos privados dentro para usufruir dos seus sucessos e poder sair na fotografia. Alminhas, alminhas, até a arca frigorifica aquece.

Isto no "Arte de Distorcer" do DN, a 12% do Sousa, daria mais ou menos isto:
António Nóbrega: - "Já o internámos no isolamento para desintoxicação"

É da Vossa cabeça a interpretação, como acertam! Eu só estava a pensar na verborreia de inimigos do Presidente de Prateleira vazia.

O senhor Presidente de Prateleira já anda com salva-vidas até em calhau seco.


Esta também ficava gira a distorcer:

Pedrinho do Farinha és ou ex?

Cala-te boca santa terra, cantinho do céu para o Diabo. Já reluzo como ouro como o gajo do PSD que não podia abrir a boca mas abriu. Vocês sabem de quem estou a falar. Outro Octávio Malvado.



Entretanto os amigos do Presidente continuam a tentar, no cargueiro aéreo nem o bote arranjaram mas agora vão inovar com um avião eléctrico, por experiência já levada a cabo por um suíço com painéis solares nem aterrava, o que era muito bom para a inoperacionalidade do nosso aeroporto, assim ficava uns tempos aí por cima em espera. Levem bom catering, de qualidade, não muito pesado porque depois têm que carregar as baterias e dizem que se quer aviões leves para voar.

A ideia até parece boa mas ... e fiabilidade? Já se mete um STOP nos direitos de autor para o Presidente não azarar como das outras vezes, o diacho em tudo o que se mete fica pelo caminho. Gosto das pessoas que metem like em si mesmos!


Quanto ao rapazinho do abono e sangue azul, os inimigos e ataques a Madeira são do PSD que nos faliu e deixou a Autonomia sem autonomia pelo estado das finanças regionais

O inimigo não é externo, é o próprio Miguel Albuquerque pelas pessoas que reuniu a sua volta. Pela máquina de sabedoria que destruiu e ... por ele próprio, falta tanto para ser um líder.

Os inimigos da Madeira estão cá dentro, esses que querem meter mais betão onde não há lugar numa ilha que quer vender a natureza. Dos que destroem a paisagem com o Savoy. Dos que nos metem em cativeiro nos portos e que lixam os transportes aéreos com decisões erradas que por sua vez multiplicam erros por aproveitamentos de incompetência governativa.

Um presidente capaz de proferir mentiras num discurso oficial, no Dia do Porto, com dois rebocadores a esguinchar água (a que metem) quando pela mesma hora mas a 30 quilómetros, no Caniçal em inoperacionalidade, o caos impera, as máquinas estão avariadas e assiste-se a um clima de guerra civil latente, com funcionários a se magoar gravemente por falta de condições. Um presidente que discursa num porto de cruzeiros vazio usufruindo de uma vista que taparam com um mamarracho que não serve para nada. Porque não foram festejar para o Caniçal? Também faz parte dos Portos dos Sousas ... ahhh desculpem, Portos da Madeira.

Isto é só para recordar algumas num manancial enorme. Shame on you senhor Presidente. Lume nisto, alminhas, alminhas.

Share on Google Plus