O líder e a liderona

Albuquerque endurece críticas a Lisboa
Foto Diário de Notícias online


Miguel Albuquerque continua a sua cruzada na feira de enchidos a abastecer os madeirenses de tretas e inimigos externos. Segundo opresidente do Governo Regional, e ainda líder do PSD-M, a população do arquipélago deve estar atenta à postura do Governo de António Costa (PS) relativamente à região e determinada na defesa dos seus direitos e das suas instituições autonómicas.

Ó Miguelito, o que vivemos de errado foi o PSD que fez! A falência da região, a consequente perca de autonomia com o resgate, a dívida oculta, esta enorme chularia à volta do orçamento regional, este Governo aselha e persecutório, uma Assembleia de fedelhos que não respeitam nem se dão ao respeito. Vamos fazer o quê? Olhamos para o Costa para passar despercebida a roubalheira que por aí vai com grandes negociatas e empregos em fim de ciclo?

Enquanto Manuel António quer acreditar que é para avançar e vai levando bocas sobre a dura realidade do PSD-M, se este falhar o ideal seria apostar na liderona. Não se conhece personagem mais capaz de enganar uma e outra vez os mesmos, sempre a perder dinheiro com um sorriso Cafôfo, com um bidão de lata e um inglês de provocar diarreia.

Se o PSD-M não se avispa vai perder a única liderona capaz de ganhar as Regionais 2019 para aquele partido. Note-se o perfil perfeito da liderona para o caso do PSD-M, consegue aliar os negócios obscuros à capacidade de meter todos os militantes na pirâmide. Perfeito!

O problema está no facto da liderona ter agora o "target" apontado para África, deixou as ilhas e passou à parte continental. Espero que a senhora saiba que alguma da justiça que se faz por lá é à catanada e onde as pirâmides mais vulgares coleccionam gajas para trocar por camelos. Isso dos “Bitcoinas” é perigoso e menos pacífico, a justiça e a lei por lá não protege lideronas, a malta junta-se e avança, na melhor das hipóteses, apanha umas correadas.

A ver se a liderona se alicia com esta cantoria de campanha:

Quem é que haverá, quem é que não acha, que é a Graça Luísa, que põe as Pirâmides em marcha.
Quem é que haverá, quem é que não acha, que é o José Prada, que vai fazer dinheiro em caixa.
Quem é que haverá, quem é que ri, o Calado ainda pede à Graça, dinheiro para o ferry.

Isto é que é comunicar, todo madeirense vota sem pestanejar!
Rua com o Paulo Colaço e a Beatriz Ferreira, viva a Pirâmide Power na política.
Abaixo a conversa fiada e as selfies. Não adormeçam:

Share on Google Plus