O Fénix das Cinzas


O blogue “Fénix do Atlântico” do nosso colega democrata Luis Calisto publicou uma Opinião de outro nosso colega Adérito Esteves referindo-se ao Correio da Madeira como o “blogue Fake News”.

Caro Adérito, seja honesto, e não tenha medo de dizer o nome do blogue "Correio da Madeira", pois o facto de termos mais do triplo dos leitores do Fénix não nos envaidece, apenas nos responsabiliza cada vez mais pelo caminho da verdade, doa a quem doer.

Dizer que o Correio da Madeira está ligado à gente do Cafôfo, além de pejorativo é, no mínimo, uma leviandade ignorante. E para que fique esclarecido, sou militante do PSD (com cotas esquecidas) mas não me revejo na atual estratégia política. Não tenho esse direito? A minha liberdade termina onde começa uma disciplina partidária autista? Miguel Albuquerque não usou esse direito inalienável da liberdade individual quando contestou o PSD de Alberto João Jardim? Caro Adérito, quem tem telhados de vidro não atira pedras!

E, antes de continuar, e para que fique descansado, à data, a minha tendência de voto vai para o CDS do Rui Barreto. Estamos esclarecidos? Então continuemos.

Caro Adérito, que eu saiba, e posso estar enganado, o Correio da Madeira publica as opiniões de todos (pelo menos as minhas sempre publicaram), e se alguns Renovadinhos nem sabem escrever, o problema é deles, ou então, paguem aos Assessores de Imprensa, pagos pelo erário publico, para escrever por eles!

Adérito, vamos então ao tal Artigo de Opinião que o tanto abalou.

O artigo foi apenas um ato de liberdade de opinião sobre os resultados de uma sondagem. Onde mora o pecado? Se existem factos, não devem existir culpados? É outra vez o mexilhão? Se na próxima sondagem Miguel Albuquerque baixar 10 pontos não lhe vão pedir a cabeça?

É notório que o PSD não quer hostilizar Miguel Iglésias porque cada hora que passa ganha votos com as borradas do referido senhor. E para comprovar isso, é  ou não verdade que o Cafôfo está perder votos resultados de jogadas maquiavélicas e desastrosas do referido senhor? É ou não verdade que os Estados Gerais e Cristina Pedra  - que quase dava pancadaria dentro do PS - foram um fiasco? Repare que o PSD, ao contrário do PS, finge muito bem que mantém a distância dos lóbis. Lembra-se do peremptório "Eu não me vendo" de Miguel Albuquerque? Lá nisso o PSD é  esperto!

Portanto, caro Adérito, o referido artigo, que segundo consta fez mossa no ego de muitos, foi apenas um ato simples de liberdade e de opinião.

E para terminar, desejo que o “Fenix do Atlântico”,   que não é anónimo, mas onde a maioria escreve com pseudónimos e todos comentam como anónimos, continue por muito tempo pois a democracia assim o exige.

Viva a liberdade de imprensa!
A nossa liberdade depende da liberdade de imprensa, e ela não pode ser limitada sem ser perdida"
Thomas Jefferson
Share on Google Plus