4Litro "jodendo" na Semana do Mar



Alô pecadores e impostores, Lúcifer chama, roger, roger! Contacto estabelecido neste encontro imediato de grau raso. Atão, cá vai uma tentativa de me expulsarem do CM.

Enquanto o nosso "Prelesidente de Pralateleira" vai escrevendo peças de teatro e argumentos cinematográficos para entreter a plebe da Complicação, qual injecção de adrenalina para acreditarem nalguma coisa, anda por aí um bando chamado 4Litros, um litro por cada e com S no fim, que invade tudo o que é convívio público na Madeira, aquilo parece um arrastão, pelo menos é em cenário natural e real. É só charme. Os verdadeiros humoristas estão apreensivos e pensam registar a marca como o senhor das lambecas no Porto Santo. Estes 4Litros com S também lambusam.

Mas, cá vamos nós ver como não anda a política de divertimento. Depois das 4 horas na Via Rápida (falam em boicote do PSD) para chegar ao Porto Moniz chegamos mesmo a tempo de ver o grupo humoristico 4Litro, cabeça-de-cartaz no 1º dia da Semana do Mar. Enquanto no terreno actuavam os 4Litros políticos. Reparei que o PSD-M está como o secretário-geral diz apenas descobrimos o dinossauro Valter Correia e o, sempre sozinho, Rui Nelson.

Efectivamente, tenho que adorar as pulgas dos cães e de todos os bichos do mato. A pré-campanha, que será extensa, segue atentatória sobre a inteligência dos eleitores. Albuquerque, qual cantor de rock mete umas coisas na caximónia e vocifera criatividade nos argumentos políticos já que os reais não tem. O problema não é de agora, foi assim nas Autárquicas com péssimos resultados e prossegue. Neste aspecto, no entretenimento, ninguém pode dizer que Albuquerque não está cumprir. É difícil discernir se o Albuquerque está a transmitir uma mensagem política ou se já está, qual one men show, no entretenimento que sempre acompanha estas coisas do circo.

Entretanto na capital da Madeira no momento, Porto Moniz, a azafama era grande, enquanto o Emanuel Câmara distribuía beijinhos e mostrava o seu novo Mercedes de 75.000 euros às gajas, só as boas, Cafôfo e Iglésias iam  juntos dar umas mijinhas da cerveja, enquanto o futuro Secretário da Agricultura tentava vender a sua zurrapa do Seixal e origem da designação destes 4Litros.

Para qualquer lado que me vire há cheiro a erva no ar, não sei se por rolar ou se por fumar. Na nova capital da Madeira, o filho do Emanuel derretia os corações femininos saloios com o seu charme brega, pois quem sai aos seus não degenera, conta-se à boca pequena que o Pai não resiste a um bom rabo de saia e já mostrava o carro de fila. Nesta coisa do amor começa a ser necessário colocar o feminino e masculino porque esta classe política pode nos surpreender e de tanto experimentar de um lado ainda se socorrem do outro para variar.

Aproveito a embalagem e viro-me para o PSD-M e mais anedota. Estou a ver que os humoristas dos 4Litro devem temer muito mais pelo humor produzido pelos partidos do que pelo abuso do seu nome.

 Acho piada, por exemplo, afirmarem no PSD-M que fazem encontros com os militantes quando acho que são muitos mais os desencontros. Aqui claramente o ataque dos outros 4LitroS são de olhão e usufruem do público que aparece por outras razões. No PSD-M dizem que ocorrem encontros pelas várias freguesias mas nas fotos vemos sempre os mesmos. Eu acho que isto é  uma superprodução sempre no mesmo estúdio, paga pelo Avelino após o divórcio com o Jaime Ramos através dos 3 milhões por não fazer corno. Basta usar Chroma Key para substituir o cenário e numa manhã fazem 20 encontros em série, os actores só têm que levar uma mala de roupa. Para um partido que escondeu 6.000 milhões isto é amendoins.

Quanto aos 4LitroS, o mais perigoso é o da esquerda, vide topo, ontem o GR saiu com fotos sobre o estado da Estrada Regional 101 no Diário e na tarde já estavam desactualizados com a estrada limpa e aspirada com meios próprios, não usou o aspirador da Quinta Vigia. Isto quando não lhe dá para pendurar pelo pescoço o indivíduo mais atrás de todos ... que bem merece.

Entretanto no palco os 4Litro cantavam e encantavam com os seus sucessos "Jodendo", "A minha enganou-me" e "Despachito" mas vou deixar-vos com o impostor:

Share on Google Plus